11/07/17

Festa da colheita

“Celebrem a festa da colheita dos primeiros frutos do seu trabalho de semeadura. Celebrem a festa do encerramento da colheita, quando, no final do ano, vocês armazenarem as colheitas”. Êxodo 23:16

O Projeto Festa da Colheita realiza um trabalho coletivo entre corpo docente, e os alunos da Educação Infantil e Ensino Fundamental I e tem o objetivo de estimular o sentimento de gratidão no coração dos pequenos, resgatando os valores que haviam nas comemorações judaicas descritas na bíblia, desenvolvendo nas crianças uma maior interação com a Palavra de Deus, através de atividades lúdicas, pedagógicas e práticas que são realizadas ao longo do Projeto.

A Festa da Colheita é uma celebração cujos significados repercutem até os dias de hoje, visto que têm relação direta com a ressurreição de Cristo. Relembrá-la nos faz refletir e entender sobre os propósitos redentivos de Deus, que já se realizaram e que ainda estão por se completar.

As atividades propostas no projeto mostram para as nossas crianças a mão de Deus que faz a semente brotar, que dá entendimento ao homem para cultivá-la, que manda a chuva, que faz crescer e brotar da terra o pão, ensinando-os assim, a desenvolver e praticar a gratidão pelas pequenas e grandes coisas.

O projeto faz conexões à luz da palavra de Deus, na aplicabilidade dos conteúdos programáticos, em cada série em que o projeto abrange, contribuindo assim para uma formação integral, através de metodologias de pesquisas, observação, experimentação, problematização, formulação de hipóteses, análise de resultados para que o ensino teórico e prático  andem em conjunto. O projeto prevê:

I – Contextualizar através de pesquisa sobre o plantio e colheita nos dias atuais, e as formas de gratidão a Deus pelo alimento e pelo seu amor e cuidado com o homem;

II – Ensinar sobre a providência divina, através das estações climáticas;

III – Promover o trabalho em equipe, criatividade e o pensamento crítico;

III – Ressaltar o sentimento de gratidão no coração dos alunos, pelas bênçãos recebidas;

III – Destacar que estas festas eram realizadas com regozijo e alegria na presença do Senhor;

IV – Transmitir aos alunos que o povo de Israel era ordenado a entregar a Deus as primícias da sua colheita, como um memorial por causa da sua libertação como escravos no Egito;

V – Ensinar história através do resgate dessa comemoração da cultura judaico-cristã.

Acontece no CAB

Eventos, Palestras, Reuniões...

26/09/17
Comunicação multifocal é tema do 3º Encontro da Família
O Programa Parceiros da Escola, que é um dos projetos da Capelania do CAB, reuniu pais de alunos da Educação Infantil...
Leia mais
20/09/17
Festival de Gr: manhã marcada por emoção, leveza e muito brilho
O XII Festival de Ginástica Rítmica do Cab, que aconteceu no último sábado, dia 16, contou com a participação de...
Leia mais