01/06/17

O antagonismo das comunicações nos dias atuais

O antagonismo das comunicações nos dias atuais [*]

“Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento”.  Filipenses 4:8

Quase meio século atrás, antes do advento da internet, o relacionamento dos jovens com as comunicações era totalmente diferente. Antes desse período, as comunicações sociais (rádio, TV, revista, jornais, cartas, entre outros) eram produzidas e consumidas por adultos. Eles influenciavam o meio e consumiam o produto final. Os adolescentes e jovens recebiam de seus pais o conteúdo, geralmente, após aprovação do material.

Em menos de um século, houve uma reviravolta no que entendemos por comunicação social. Ferramentas de bate-papo iniciaram uma revolução no modo como os jovens passariam a se comunicar. Os smartphones,  Facebook, Instagram, Snapchat, Twitter, Whatsapp, e tantas outras ferramentas de comunicação, transformaram a maneira de se relacionar dos adolescentes e jovens. E para continuar protegendo seus filhos dos perigos por detrás dessas ferramentas, os pais devem, na verdade, se atualizar com relação às novas ferramentas de comunicação e assim, instruir os filhos de maneira eficiente, ensinando-lhes a usar as ferramentas com sabedoria e diligência.

Podemos observar que, se por um lado as novas tecnologias de comunicação aproximaram pessoas com uma facilidade incrível, por outro, as pessoas deixaram de ter o contato pessoal, tornando os relacionamentos líquidos.

Um sociólogo polonês, Zygmunt Bauman, explica esse conceito. “Líquidos mudam de forma muito rapidamente, sob a menor pressão. Na verdade, são incapazes de manter a mesma forma por muito tempo. No atual estágio “líquido” da modernidade, os líquidos são deliberadamente impedidos de se solidificarem. ” Relacionamentos fluidos ou líquidos, são característicos dos jovens, e muito, por influência da instantaneidade dos meios de comunicação que eles utilizam. Os pais devem estar atentos aos relacionamentos dos filhos, quer seja virtual ou não. Saber com quem nossos filhos se relacionam é muito importante, e é preciso ter um direcionamento bíblico para essas relações. “não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o tal nem ainda comais.” 1 Coríntios 5:11.

A fluidez dos relacionamentos atuais está diretamente ligada ao modo como nos comunicamos, influenciados pelo pós-modernismo. E a liquidez não está apenas nos relacionamentos, mas nos seus valores, ideias e humor. A comunicação influencia o ser humano de diversas maneiras, a uns mais e a outros menos, ela tem o poder de influenciar nossa mente, comportamento e até os desejos mais íntimos. É nesse aspecto que os jovens estão mais suscetíveis a esse tipo de influência.

Por estar em formação, os jovens são mutáveis, e carecem de bases sólidas para se apoiarem nos anos de desenvolvimento. Os pais devem ser firmes quanto ao tempo em que o jovem utiliza as ferramentas de bate-papo, ao material que consomem no ambiente virtual e com os relacionamentos que eles têm nesse ambiente. Filhos, não enxerguem isso como autoritarismo. Na verdade, esse é um dos papéis dos pais diante de Deus: proteger, zelar, amar e orientar os filhos. “Filho meu, ouve a instrução de teu pai, e não deixes o ensino de tua mãe”. Provérbios 1:8

Com um mundo na palma das mãos, os jovens devem ser orientados, fiscalizados e, algumas vezes, impedidos de ter acesso às ferramentas de comunicação. Isso deve acontecer quando os pais percebem que esse estímulo está causando malefícios como: piora no desempenho escolar, mentir para ficar mais tempo com o celular, deixar de fazer atividades essenciais como comer ou dormir para usar o computador, são  sinais de que a atividade virou um vício. “Cuidado que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia e vãs sutilezas, conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo e não segundo Cristo” Colossenses 2:8.

Um Alerta aos Pais

Pais, lembrem-se: vocês são o modelo para os seus filhos. Por essa razão, façam uma análise crítica do papel das mídias na sua vida e como ela tem moldado seus relacionamentos. Seus filhos não seguirão seus conselhos e admoestações se você se comporta semelhante a eles. Eles precisam enxergar nos pais um modelo de piedade, sabedoria, discernimento e amor. Seja você o equilíbrio nessa balança, mostrando para seus filhos como desfrutar, de forma saudável e santa, dos benefícios das comunicações modernas. Ensine-os a analisar os conteúdos, “peneirar” o que acrescenta à sua vida acadêmica, social e familiar. Fazendo isso, você estará influenciando positivamente a formação do seu filho, e investindo na formação de um cidadão equilibrado, que poderá contribuir significativamente com toda a sociedade.

“Resolvi que, de hoje até o dia em que eu morrer, jamais vou agir como se, de alguma maneira, eu pertencesse a mim mesmo, mas, sim, como alguém que pertence inteira e completamente a Deus”.

Jonathan Edwards

[*] Yone Dantas é casada,  mãe de três,  jornalista e  membro da Igreja Presbiteriana de Aracaju.

Acontece no CAB

Eventos, Palestras, Reuniões...

01/11/17
Quadra do CAB é palco de celebrações pelos 500 anos da Reforma
Na noite da última terça, dia 31, o Colégio Americano Batista, juntamente com toda comunidade cristã, celebrou um...
Leia mais
26/09/17
Comunicação multifocal é tema do 3º Encontro da Família
O Programa Parceiros da Escola, que é um dos projetos da Capelania do CAB, reuniu pais de alunos da Educação Infantil...
Leia mais