Tecnologia é tema do 4º Encontro da Família

 

O Projeto Parceiros da Escola, em parceria com o Programa Escola da Inteligência, tem realizado encontros regulares com os pais de alunos da instituição com o objetivo de discutir temas pertinentes ao ambiente familiar.

Sempre com temas atuais e importantes para toda a família, os Encontros são repletos de orientações preciosas e troca de experiência. No 4º e último encontro de 2017, Fellipe Cuin, palestrante desses encontros, falou sobre o uso consciente da tecnologia.

Além de explicar o que é a tecnologia, ele também apontou os pontos positivos dessa evolução inevitável. Para ele, as famílias precisam enxergar a tecnologia como uma aliada, mas usando-a com bastante sabedoria. “A evolução tecnológica está cada vez mais rápida. Como família, precisamos nos adequar e aproveitar os benefícios que são muitos. Mas, também, precisamos ensinar nossos filhos a usar a tecnologia de modo consciente”, afirma o palestrante.

MODERAÇÃO

 

Interagindo com os participantes, Fellipe apresentou uma série de facilidades que temos com a evolução tecnológica. “Pagar contas sem sair de casa, evitando as longas filas, pedir comida e táxi por aplicativos. Conversar com pessoas que moram distantes e realizar uma série de tarefas apenas com um aparelho. No entanto, devemos perceber que toda essa tecnologia acaba afastando as pessoas que estão próximas e passando uma falsa ideia de felicidade aos que nos rodeiam”, argumenta.

Ele diz que o uso excessivo das redes sociais pode causar problemas psíquicos em jovens e adultos. E que os pais são referenciais para os filhos, e são eles que devem ensinar aos filhos sobre os perigos desse universo e como usar de maneira correta, benéfica. Para ele, esse é um dos pontos da autonomia que deve ser desenvolvida ao longo da vida do filho.

Outro ponto abordado na palestra foi a transmissão de afeto, que está deixando de ser exercida pelo uso demasiado da tecnologia. “Mensagens de texto são bem-vindas, mas não devem substituir o contato, o olho no olho e o toque. Emojis não substituem o sentimento e carinho que os filhos precisam. Devemos estar atentos nessa importante missão que temos como pais, ensinar aos nossos filhos através de nosso próprio comportamento, como conviver em família”, orienta.

 

Nesse encontro, os pais receberam um diploma, marcando assim, o fechamento desse ciclo de palestras, que teve o objetivo de fortalecer ainda mais as famílias. O momento foi finalizado com uma aconchegante confraternização, que marcou o encerramento dos encontros nesse ano.

Acontece no CAB

Eventos, Palestras, Reuniões...

04/12/17
Tecnologia é tema do 4º Encontro da Família
  O Projeto Parceiros da Escola, em parceria com o Programa Escola da Inteligência, tem realizado encontros...
Leia mais